Coloque a vírgula no lugar certo.

Postado em 09/09/2019

Coloque a vírgula no lugar certo.

A vírgula talvez seja o sinal de pontuação mais utilizado nos textos e costuma ser o que  mais provoca dúvidas;  aqui, no Conversa de Português, ela é a responsável  por boa parte das  perguntas enviadas por nossos leitores. Muitas vezes,  um texto mal pontuado acarreta problemas de coesão e coerência, pois  uma vírgula fora do lugar pode alterar completamente o  sentido do  texto. Quando, então, devemos  usá-la?

Alguns gramáticos identificam a  vírgula como um sinal de pontuação que “marca uma pausa de pequena duração” (CUNHA, 2008, p. 658), o que provoca o entendimento de que esta tal  pausa equivale àquelas  presentes na linguagem  oral, o  que  não  nem sempre é  verdade.  Há algumas  regras  básicas das quais  são podemos esquecer:

A vírgula serve para:

1. Para separar elementos que exercem a  mesma função sintática:   Mateus,  Marcos, Lucas e João eram apóstolos de Cristo.

2.  Marcar inversões na ordem direta: Quando saímos,  começou a chover.

3. Isolar o  vocativo: Menino, por favor,  chame sua mãe!

4. Para isolar  elementos repetitivos: Nada, nada poderá  nos  separar.

5. Para isolar o  adjunto adverbial  antecipado; no entanto, quando  este for  representado  por   uma única palavra, a vírgula é  facultativa: Ontem conhecemos o  pai  da noiva. / Ontem, conhecemos  o  pai da noiva.

6. Marcar a supressão de  uma palavra (geralmente um verbo) ou  um grupo de palavras: Beto  fez curso de  violão; Lucas, de saxofone.

7. Separar, na datação de  um escrito,  o  nome do  lugar: Rio de  Janeiro, 28 de  junho de  2012.

8. Para separar orações coordenadas assindéticas: Levantou da cama, abriu a janela, avistou o  vizinho  do outro  lado da rua, acenou.

9.  Separar as orações coordenadas sindéticas, salvo as introduzidas pela  conjunção  e: Saí cedo de casa, mas perdi  o ônibus.

10.  Separar as coordenadas  sindéticas em que  ocorre a reiteração da conjunção e: “E sofre, e lima e sua” (Olavo  Bilac)

11. Separar  as orações adverbiais, principalmente quando  antepostas à principal: Quando o  menino  chegou,  o  pai  já  havia saído.

Outras Notícias

 

10 dicas e 13 motivos para usar celular na aula
Postado em 16/11/2019

Apesar de ainda haver alguma resistência aqui ou ali, os governos de todo o mundo estão cada vez mais atentos sobre a necessidade de se colocar as tecnologias móveis, como celulares e tablets, a serviço da educação. Mas como só vontade não ga...
leia mais »

Gagueira infantil: o que você precisa saber
Postado em 09/11/2019

O pai tem, o avô também. Gagueira, em 55% dos casos, é distúrbio determinado por fatores hereditários, mas há casos em que ela se faz notar na infância sem se saber bem por quê. "É a chamada gagueira de desenvolvimento", conta ...
leia mais »

Nem tudo é bullying na escola
Postado em 02/11/2019

Especialistas alertam que a superproteção dos pais e da escola pode atrapalhar o desenvolvimento das crianças

A cena é cada vez mais comum. Basta a criança discutir com um colega, receber uma crítica em classe, ser recusada na brincadeira organi...
leia mais »